5 de setembro de 2008

A Guerra da Vodka


Acho que em termos de preconceito e ignorância do público geral, a vodka só perde para o gin. Muitas foram as vezes em que eu tive que ouvir que "vodka nunca mais", "quando eu bebo vodka eu esqueço tudo", "vodka é a bebida que mais queima neurônio", etc.

Apavorado por tanto terrorismo, levei anos até finalmente estabelecer um relacionamento saudável com essa saborosa bebida. Criada em tempos imemoriais nos países do leste europeu (provavelmente na Polônia), a vodka é a bebida destilada em seu estado mais puro. Sua composição básica é o mais puro etanol diluído em água, com quantidades insignificantes de quaisquer subtâncias "flavorizantes" ou impurezas. Esse etanol é geralmente destilado a partir do trigo, mas também existem vodkas de outros cereais, ou até mesmo de batata e beterraba. Na Rússia, a vodka de beterraba é cor-de-rosa, e seu teor alcoólico de "apenas" 40% faz dela uma bebida de meninas. Lá os "machos" bebem mesmo é vodka com 80%, 90% de álcool.

Mas quem precisa provar que é macho? Quem bebe por prazer não que provar nada, a não ser um novo sabor de bebida.

Foi o famoso químico russo Dmitri Mendeleev (aquele mesmo que inventou a tabela periódica) quem concluiu que a concentração perfeita de álcool na vodka era de 38%. Durante alguns anos, a vodka russa foi produzida com 40% para facilitar as contas, mas as vodkas mais "sérias" são feitas com 38%. Segundo as pesquisas de Meledeev, essa concentração é o equilíbrio perfeito entre o "aguado" e o "queimante".

A palavra "vodka" vem do eslavo "voda" ou "woda", que significa "agüinha". É uma bebida muito antiga, que existe na Polônia desde, pelo menos, a Idade Média. Era utilizada como remédio, para diluir ervas medicinais, ou bebida pura, com os mais variados fins.

Hoje em dia a vodka é um mercado internacional que movimenta bilhões de dólares. Existe até mesmo uma Guerra da Vodka, promovida pelos países do Cinturão da Vodka contra os "países invasores" que querem tomar o mercado das vodkas desses países. Basta dizer que existe uma vodka francesa feita com vinho, e que o país onde a indústria da vodka mais cresce atualmente são os Estados Unidos.

Francamente, amigos. Vodka americana? Seria o mesmo que beber uma cachaça sueca, um champagne japonês, ou um saquê canadense. Além disso, as bebidas têm suas histórias, e tentar mudar os mercados apenas em nome do lucro sujo é de uma insensibilidade que só um mesmo um abstêmio poderia ter.

Enquanto eles brigam lá na Organização Mundial do Comércio, aqui no Brasil nós vamos nos virando com o que temos. Feliz ou infelizmente, existem em nosso país inúmeras marcas e fábricas de vodka vagabunda, mas apenas uma de vodka meia-boca e uma vodka decente.

As vagabundas são fáceis de identificar. Algumas vêm em garrafas de plástico. Todas têm nomes pseudo-russos ridículos como "Natasha", "Barishnikov", "Roskoff" e "Baikal". "Baikal" é o nome menos ridículo dessas todas, mas a vodka é incrivelmente ruim.

Outro método para identificar as vodkas de baixa qualidade é avaliar o preço. Vamos fazer as contas. Um litro de Balalaika custa menos de R$ 4,00. Um litro de Finlandia Classic custa R$ 69,00. Qual das duas você acha que é melhor?

Agora, se todas as vodkas baratas são horríveis, nem todas as vodkas caras são boas. Existe por exemplo uma tal de Ciroc, cuja garrafa de 700 mL não sai por menos de R$ 140,00. Agora, falando francamente: você pagaria isso tudo por uma vodka francesa feita de uva? Existe ainda uma tal de Grey Goose, que eu infelizmente nunca tive a oportunidade de provar, mas já vi muitos bartenders estrangeiros dizendo que ela só é famosa porque é uma das mais caras do mundo.

Sejamos realistas. Tudo bem que o futebol foi inventado na Inglaterra e o macarrão veio da China, mas vodka boa mesmo ainda são as produzidas nos países do Cinturão da Vodka. Estou falando dos verdadeiros inventores e tradicionais fabricantes desse líquido tão delicado, uma mistura genial em sua simplicidade que é muito mais fácil fazer mal-feita do que bem. Pena que basta misturar um álcool na água para fazer vodka? Nada disso.

Aqui no Brasil, existem muitas marcas de vodka disponíveis, mas fica difícil escolher qual é a melhor relação custo-benefício. Em nome da divulgação científica, nossa reportagem experimentou diversas marcas encontradas no mercado local, e resenhou uma por uma para o conforto e comodidade dos amigos leitores.

Ninnoff, Moscowita, Askov, Balalaika, Komaroff, Bowoyka, Kriskof, Roskoff, Perestroika, Romanoff, Baikal, Zvonka, Popokelvis, Stolin, Polovtz, Natasha, Novaya, Rajska, Kovak, Snovik, Eristoff - Isso não é vodka. Não usaria nem para limpar vidro. O "sabor" dessas marcas obscuras e baratas revela altos índices de impurezas. Provavelmente são feitas com água da torneira, álcool de cana-de-açúcar, e filtradas em carvão de churrasco. São essas pseudo-vodkas que dão má-fama à bebida verdadeira em solo brasileiro. É por causa de bebidas como essas que o Brasil não vai pra frente!

Ciroc - É francesa e feita de uva. Próxima.

Orloff - Costumava se encaixar na categoria acima, mas acabou de passar por uma revitalização de marketing e ficou menos ruim. Agora ela se gaba de ser destilada cinco vezes. Realmente, o sabor ficou bem menos agressivo, e ela não dá mais tanta dor-de-cabeça no dia seguinte. Sinal de que as impurezas ficaram mesmo para trás. Mas não se deixe enganar pelas aparências: a Smirnoff ainda é melhor e mais segura.

Blavod - Custa caro e nem é tão boa. É apenas... preta. Se bebida pura em um copo transparente, é divertida, e não agride. Mas para misturar em drinks, é horrível. Experimente fazer um Screwdriver com vodka preta. Fica parecendo água de pano de chão! Desnecessária.

Grey Goose - Famosa mais pelo preço do que pelo sabor. Além disso, a minha experiência diz que bebidas com aves no rótulo são sinal de mau agouro.

Smirnoff - Marca internacional famosíssima, concorrenta direta da Absolut na Europa (lá elas custam o mesmo preço e disputam o mesmo público). Ainda não é boa o suficiente para beber pura, mas rende ótimos drinks. É a única vodka nacional que eu tenho coragem de beber. E é a única garrafa que tem dentro da minha geladeira nesse exato momento. Faço drinks com ela regularmente, e nunca tive problemas.

Absolut - Acreditem em mim quando eu lhes digo: a Absolut é boa, mas não é tão boa quanto parece. Considerando que ela é sueca, e custa relativamente caro por aqui, ela não é tão incrível assim. 50% desse apelo é design e publicidade. Façam o "teste cego" e confiram. Ainda assim, é uma ótima vodka. Excelente para drinks. Evite as versões com gosto, tipo baunilha, pimenta, etc. Vodka é álcool de cereais diluido em água. Ponto final. Quer gosto de pimenta, coloque uma pimenta no copo.

Stolichnaya - Um néctar divino que escorre pelas montanhas carpadas da Mãe Rússia. Filtrada no mais puro carvão mineral siberiano, diluída em água do rio Volga... OK, estou inventando tudo isso, mas ainda assim é a melhor vodka russa que eu já bebi, e provavelmente a melhor vodka russa encontrada no Brasil. Altamente recomendada. Coisa fina mesmo. Pode beber purinha que desce macio e reanima.

Wyborowa - A legítima wódka polonesa. Um sabor incomparável. Nunca bebi nada parecido. Recomendo comprar, arrancar o dosador, e beber direto no gargalo. Pode misturar, pode beber pura, pode tomar banho com ela, ou usá-la para abençoar a sua casa. Essa agüinha, até passarinho bebe. Altamente recomendada, especialmente para quem não gosta de vodka. Quando estiver no paredão e só tiver direito a um último pedido, peça uma dose de Wyborowa. Vale cada centavo.

41 comentários:

  1. e abaixo de todas aquelas listadas em vermelho, numa categoria só dela, há a temida vodka MERCADORAMA.

    digo apenas que sobrevivi.

    ResponderExcluir
  2. Ah, não!
    Baikal é de matar!
    Pior que a sopa do Exército da Salvação!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Uau!
    Expert hein?!?
    Q aula!
    Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olha, tomei a grey goose num teste cego entre ela, a eristoff e a smirnoff. A desgraçada é cara mas é boa, mas muito cara.

    Uma que eu recomendo que é maravilhosa e não é kra é a stolichnaya. Quando estava em SP, era fácil achar meio litro dela por 30 reais no extra, praticamente de graça.

    Wyborowa nunca tomei, mas as garrafas premium dela, as "single estate" feitas por um arquiteto de um desses países frios é linda, mas não vou pagar 250 reais numa garrafa.

    Eu gosto das absoluts flavorizadas pra fazer drinks. Um que fiz uma vez que gostei bastante foi um black russian usando absolut vanilla. Ficou ótimo, hehe

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. tem uma outra nacional que não é de todo mal, Kronia!!! prove!
    jean.arcas@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. é melhor pagar caro e beber com prazer ,do q pagar barato e fkar com uma puta dor de cabeça!!!

    ResponderExcluir
  7. aueuheauha
    Gostei do post. Fiquei com vontade de experimentar essas aí, mas é foda... São caras...
    Prefiro a Leonoff (R$4,89). Garrafa de vidro! :D E nunca tive dor de cabeça no dia seguinte.

    Já vi vodcas em garrafas de plástico TAIGA e JHIVAGO. Não tive coragem nem de relar...

    A Absolut é 40%.

    Daqui a pouco vou beber uma MERCADORAMA. :D

    ResponderExcluir
  8. Amigo eu acho melhor você primeiro tomar uma Grey goose e reformular esse seu texto !
    Porque é uma excelente vodka !
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. NUNCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA MAIS EU BEBO VODKAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  10. Que é isso, amiga leitora! A prática leva à perfeição! O caminho do excesso conduz ao palácio da sabedoria!

    ResponderExcluir
  11. Experimente Sobieski, vodka de receita polonesa produzida pela Belvedere na Polônia, chegou ao Brasil com preço de nacional.

    ResponderExcluir
  12. Você nunca bebeu uma Cîroc. ¬¬'
    Depois disso, e só depois, conte de verdade se ela ñ vale cada real.

    Tem outra coisa, a smirnoff ñ é brasileira cmo você falou,e sim russa, é fabricada no Brasil, mas segue a fórmula original(russa).

    ResponderExcluir
  13. Quer só o original?
    Porquê não chupa limão ao invéz da limonada?

    Deixemos de ser retrogrados!!

    ResponderExcluir
  14. Lyana, eu não falei que Ciroc é ruim, até porque eu nunca experimentei. Apenas disse que não é vodka, dentro do contexto da guerra das vodkas, que é o nome do post.

    Quanto à Smirnoff, ela foi criada por um russo, mas ele fugiu da revolução comunista e foi para os EUA. Lá ele vendeu a receita e os direitos para um americano, que depois revendeu para uma empresa, e eventualmente isso tudo foi comprado pela Diageo, que é uma empresa inglesa.

    Encontrei recentemente uma pesquisa interessante. Um teste cego com 21 marcas de vodka, feito pelos críticos de bebidas do NYTimes, deu Smirnoff na cabeça, acima até mesmo da famosa Grey Goose! Vou postar a reportagem aqui mais tarde.

    ResponderExcluir
  15. Também li essa matéria e não discordo dela, a Smirnoff é bonissíma,mt msm,
    mas a Cîroc dentro do que se propós a fazer(inovar) é ótima!! tão boa q a própria Diageo investiu duro na produção e divulagação, e se eles próprios concordarão q é uma vodka, é pq já forão feitas discursões a respeito.
    Apesar de ser tradição a fabricação da vodka a patir de cereais.. a vodka de uva(Cîroc) passa pelo mesmo processo de uma vodka tradicional, portanto..

    só estou defendendo meu ponto de vista, e gosto,assim como você o seu!

    se cuida!

    ResponderExcluir
  16. desculpe se fugi ao tema, mas é pq fiquei indignada c o descaso q você deu a ela(minha queridinha) ^^,

    só uma curiosidade, você tem qual formação na área de bebidas?

    ResponderExcluir
  17. Parem de guerrear!!! e vamos beber !!! (mas não mi venham com vodkas francesas, pelo amor de deus!!!)

    ResponderExcluir
  18. Lyana, a Smirnoff nº21(nacional)naum segue a fórmula original,(NENHUM INGREDIENTE, água(60%), filtros, tamanho e material dos alambiques...)

    Daniel, Piotr Smirnov, de Moskow, fugiu para turquia... chegando a frança mudou a grafia para Pierre Smirnoff, essa vodka da pesquisa do NY Times provavelmente não é a nº21, infelizmente não contamos com o portfólio completo da Smirnoff aqui no Brasil, procurem a Penka(Smirnoff) ou a nº50 Black(Smirnoff).
    E só pra acrecentar, Stolichnaya e´retificada em água de degelo

    ResponderExcluir
  19. nunca tomei a ciroc... a grey goose e realmente muito boa... agora tem uma que chama belveder que e a minha preferida... muito boa mesmo..... a stolichinaya... acho que e assim que escreve e realmente boa e barata.. absolut e boa mas prefiro a wyborova ... a pouco tempo comprei uma chamada snow leopard que e da polonia e e na mesma faixa de preço da belveder e grey goose so falta prova... ja vi uma chamada roberto cavalli mais nunca tomei e ouvi dizer ser muito forte e o preco tambem... level tambem nunca tomei e diz ser boa e recentemente a uma ida ao shopping china no paraguai vi uma vodka que e feita de flor e custa bem caro mais nao me recordo o nome... tem uma chamada danzka que dir ser boa tambem... mais a melhor e belveder ta ae minha opiniao

    ResponderExcluir
  20. Espero que a Stolichnaya seja realmente " Um néctar divino que escorre pelas montanhas carpadas da Mãe Rússia." =D Comprarei ela hoje para experimentar.

    ResponderExcluir
  21. Humm,muito legal a matéria!! Da mesma forma q temos muitas vodkas boas, temos umas que são horríveis!! A Orloff está muito boa, atualmente só tomo ela e realmente não fico com aquela dor de cabeça do dia seguinte!! E quem teve a oportunidade de experimentar a edição q ela fez pra Copa do Mundo, q tinha uma garrafa linda e era 6x filtrada, o sabor era sensacional! Muito melhor que as outras, na minha opinião.

    ResponderExcluir
  22. e qual seu comentario sobre a Vodka SKYY?

    ResponderExcluir
  23. Infelizmente, nunca provei a SKYY... quer dizer, ainda não!!

    ResponderExcluir
  24. Olá amigo, Conheci seu Blog e gostei muito.
    Conheci uma nova vodka nacional, chama-se Excellent.
    Não sou um expert, apenas um apreciador, experimentei-a e não tive um Day After ruim, o que é raro nas vodkas nacionais.
    Queria uma opinião sua sobre o produto. Não há nada sobre ela na internet, a não ser a foto.

    Abraços,
    Paulo Mello

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se obter mais informações sobre a Excellent passe para mim por favor. memeparente_11@hotmail.com

      Excluir
    2. Procure no Google, tem vários distribuidores.

      Excluir
    3. eu sei onde comprar, quero mais informações sobre qualidade mesmo, assim como você pediu para o autor

      Excluir
    4. cara boa mesmo essa vodka tomei duas garrafas numa viagem com amigos e ainda misturei com cerveja e no dia seguinte nenhuma dor de cabeça.

      Excluir
  25. Poxa, CIROC é top demais! Pra mim é a melhor de todas!

    ResponderExcluir
  26. Péssimo texto, A greygoose ruim ?a ciroc ruim ? flavor ruim ??? cara, vai se informar primeiro, antes de postar isso ...

    ResponderExcluir
  27. Em termos de custo-benefício também acho que a Smirnoff seja uma boa opção. Mas recentemente descobri a Eristoff, que custa menos que a "Smirna" e achei bem mais gostosa...
    Alguém conhece?

    ResponderExcluir
  28. só faltou a SLOVA é a RUSSOV.SE BEBE PURA SÓ VAI SENTIR O GOSTO DA ACETONA

    ResponderExcluir
  29. Vodka, nacional somente as sminof, orloff e skyy isso pra drink, jamais pura.... Pra beber pura usar as superiores: preferência minha, Wyborowa e Finlândia.... As francesas são boas, mas caras por causa do marketing, não vale o que pesa.
    Depois de beber uma Finlândia abandonei a Absolut.

    As outras vodkas nacionais, não serve pra nada é melhor tomar uma boa cachaça do que elas.

    ResponderExcluir
  30. Vodka, nacional somente as sminof, orloff e skyy isso pra drink, jamais pura.... Pra beber pura usar as superiores: preferência minha, Wyborowa e Finlândia.... As francesas são boas, mas caras por causa do marketing, não vale o que pesa.
    Depois de beber uma Finlândia abandonei a Absolut.

    As outras vodkas nacionais, não serve pra nada é melhor tomar uma boa cachaça do que elas.

    ResponderExcluir
  31. Concordo com quase tudo, mas a grey goose é ótima.

    ResponderExcluir
  32. Concordo com quase tudo, mas a grey goose é ótima.

    ResponderExcluir
  33. E a SKYY, é boa? qual é melhor smirnoff ou Skyy?

    ResponderExcluir
  34. Cîroc é produzido à base de uvas nobres. Sua essência são as uvas Mauzac Blanc e Ugni Blanc, cultivadas em Gaillac, região de origem dos mais nobres vinhos franceses. Seu processo de produção, quase artesanal, utiliza fermentação fria, que mantém o frescor e as características marcantes da uva.

    Essa vodka considero uma das melhores existentes, deixo acima dela a Belvedere, que nem foi citada no texto.

    Lembre-se, que gosto é gosto.

    Dividi 1 litro da Wyborowa com um amigo, ambos passamos mal, queimação, asia. Para nós, preferimos Smirnoff vermelha, ou então, pelo mesmo preço, a smirnoff Black.

    Gostei do texto, mas realmente não deixou claro sobre seu gosto, e ainda fala mal de vodkas prediletas de degustadores.

    Gosto das seguintes vodkas em ordem crescente:
    Wyborowa, SKYY, Smirnoff, Smirnoff Black, Finlândia, Absolut, Ciroc e Belvedere.

    Se você não conhece Belvedere, te digo, o que citou sobre a Wyborowa você nunca mais irá falar isso.

    hehehe abraço

    ResponderExcluir
  35. Alguem pode comentar sobre a vodka EXCELLENT? Me surpreendi e muito. Ouvi dizer q é a propria ABSOLUT engarrafada com outro nome para entrar no mercado das vodkas mais baratas e abranger o seu segmento sem depreciar o nome da propria ABSOLUT pelo preço.Alguem confirma? Pois realmente vale a pena para drinks sem duvida.

    ResponderExcluir
  36. Colocar skyy e smirnoff das ordinárias na frente de wyborowa descredencia o individuo para avaliar vodka ...principalmente se o fator for ``queimaçao``... O autor do texto pecou por diminuir um produto sem ter conhecimento pessoal sobre ele... Mas de fato Vodka francesa e marketing mesmo... Predileta só se for para ``degustadores`` de balada... Obvio...Nao sao ruins mas o apelo e mais mercadologico das uvinhas... No mais... como disseram gosto e gosto, mesmo que seja influenciado pela propaganda rsss... Embora temham varias acima dela, Belvedere e a unica premium de verdade que foi citada aqui nos posts... Mas como 99,99% das pessoas vai misturar com fruta ou afins... o range mais ``racional`` seria QQ uma entre Smirnoff e a baixo de Belvedere... Pra baixo por conta e risco, e pra cima é desperdício ... Particularmente indicaria Wyborowa,Stolichnaya, Finlândia, Ketel One, e Danzka...essas estao abaixo de 90 reais e sao vodkas superiores...

    ResponderExcluir